EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA é "1 FILME EM UMA FRASE!"

EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA  é "1 FILME EM UMA FRASE!"
No Twitter, Adolar Gangorra é "1 Filme Em Uma Frase!" ( @UmFilmEmUmaFras ). Sim, amigolas! Adolar Gangorra vai ao cinema sem cueca pra pegar um ar gelado nas bolas e sempre dorme. Depois sai contando pra todo mundo só a parte que ele viu...

terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

CONTOS DA CARROCINHA 2

Um dia, na floresta, uma preguiça acordou após um longo sono e, agarrada a sua árvore, disse em voz alta: "Caralho, que vontade de dormir!" E continuou a hibernar por mais um mês inteiro.

Passados trinta, trinta e um dias, a preguiça acordou de novo e logo notou que tinha mudado a estação. Feliz com esse fato ela falou bem alto: "Primavera! Puta que pariu minha sogra!! Já estava na hora! Isso é coisa das fadas da floresta! Botaram para fuder!"

Após proferir essa sentença o bicho caiu mais uma vez em sono profundo. Imediatamente despencou uma tempestade monstruosa que fez com que a floresta fosse inundada em minutos. A preguiça acordou com água pelos joelhos e meio assustada proferiu: "Malditos sejam as fadas elementais! Inundaram a porra da floresta! Filhas da puta!"

Então a preguiça já bastante encharcada se agarrou firmemente a um galho que boiava e falou: "Vão tomar na bunda! Não solto dessa merda aqui nem fudendo! Pode chover o quanto quiser! Fodam-se, piranhas de merda!" Dito isso, um poderoso vagalhão veio e abalroou preguiça, galho e tudo o que tinha direito.

A preguiça agora solta em um redemoinho em formação e tentando se manter na superfície, meio afogada e ainda sonolenta, viu surgir, do nada, uma garbosa fadinha com chapéu de cone e vestidinho rosa, toda sorridente. Esta logo disse com sua vozinha aguda de criatura minúscula:

" - Preguiçinha, ó preguiçinha, você blasfemou contra nós, as fadinhas elementais da floresta! Mesmo assim eu fui enviada para salvar sua preciosa vida!"

O pobre animal estava quase sendo levado pela rica correnteza, respondeu:

" - Puxa, que bom! Aí, como é que tu chama, minha filha?"

A fada, surpresa e alegre pelo imediato interesse de sua interlocutora, respondeu:

" - Santoro!" E, afoita, insistiu: " - Vamos, preguiçinha danada, peça desculpas pela sua blasfêmia e eu a salvarei agorinha mesmo!"

Rapidamente, a preguiça gesticulou chamando a fada mais para perto de si e mandou:

"- EI, FADA FILA DA PUTA, VAI TOMAR NO MEIO DO SEU CU, PORRA!!!"

A fadinha, ruborizada, desapareceu num passe de mágica, enquanto a preguiça foi tragada pela correnteza.

MORAL DA HISTÓRIA: Toda preguiça desbocada deveria andar com um colete salva-vidas.

Adolar Gangorra é editor do periódico humorístico Os Reis da Gambiarra e é autor do livro infantil "Fada-se!"

2 comentários:

Mateus Henrique Zanelatti disse...

Uahahaha. Insanidade total. Muito bom...
Preguiça filha da puta!

Oikologista! disse...

Muahauhauahauha. Santa Fusão Quântica, muito bom, show de texto. Vou transcrevê-lo em meu blog.
Amplexos.