EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA é "1 FILME EM UMA FRASE!"

EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA  é "1 FILME EM UMA FRASE!"
No Twitter, Adolar Gangorra é "1 Filme Em Uma Frase!" ( @UmFilmEmUmaFras ). Sim, amigolas! Adolar Gangorra vai ao cinema sem cueca pra pegar um ar gelado nas bolas e sempre dorme. Depois sai contando pra todo mundo só a parte que ele viu...

sábado, 13 de agosto de 2016

OS INCRÍVEIS NOMES DOS SURFISTAS

Ninguém sabe bem porquê, mas nenhum outro esporte reúne nomes tão sensacionais como o surf. São tão originais, sonoros e marcantes que parecem terem sido criadas por roteiristas de filmes de ação.

A coisa já começou de maneira espetacular com um nome impactante e fenomenal: Duke Kahanamoku. Depois temos vários outros exemplos incríveis como Shane Dorian, Damian Hardman, Greg Noll, Butch Van Artsdalen, Derek Ho, Barton Lynch, Taj Burrow, Dino Andino, Nigel Oxenden, Maz Quinn, Picuruta Salazar, CJ Hobgood, Mike Diffenderfer, Taylor Knox, Parker Coffin e Booby Jones (não é Bobby. É BOOBY!). Melhor que o ótimo Tom Carrol é Tom Curren (lembre-se: só estamos falando dos NOMES e não do surf dos caras). Entretanto, há um entre eles que tem nome de mulher, mas que soa perfeitamente bem, o 11 vezes campeão mundial, Kelly Slater.

Mas os outros esportes também têm nomes tão legais assim? Bom, vamos nos concentrar no mais popular do mundo, o futebol. São formados centenas de atletas por dia e, por proporção matemática, deveriam gerar nomes fabulosos. Mas, não. É só pedrada. Cristiano Ronaldo, por exemplo, é um nome muito do escroto. Neymar também não é nada espetacular. Pogba? Buffon? Xavi? E “Lionel”??? Isso lá é nome? Na real, o que rola no futebol aos montes são uns designativos escabrosos como Cafuringa, Richarlyson, Credence Clearwater, Sapatão, Vampeta (Vampiro + Capeta), Telefone, Gum, Felipe Mão de Alface, Pipico, Gilmar Fubá, Patrick Barriga de Cavalo, Beto Fuscão, Beijoca, SHESLON, Paulão Desmaio, Riberildo, Boca de Cinzeiro, Luís Boa Morte, Bife, Oliude, Mochila, Odivan (que tristemente foi tirado de uma música do Roberto Carlos, “O Divã”...), Flávio Caça-Rato e Maicosuel que, se fosse surfista, seu nome endireitaria automaticamente pra Michael “Swell”!

Os epítetos dos surfistas são tão fantásticos que os atores iniciantes quando fossem escolher seus nomes artísticos, tinham que ir conversar antes com eles. Por que? Simples, brother! Porquê Derek Ho é muito melhor e mais impactante que Lima Duarte. O cara nasceu Ariclenes e escolheu pra melhorar sua barra o prosaico Lima Duarte... Por que ele não virou Ari Padaratz? A verdade é que se o Ariclenes fosse esperto mesmo e tivesse usado de cara Taj Burrow ou Damien Hobgood já teria ganho uns sete Oscars, no mínimo!
Saca só como melhora: “Não perca a próxima nova novela das oito, O Salvador da Pátria! Estrelando José Wilker, Maitê Proença e Mark Ochylupo como o abobado Sasá Mutema!”

O surf é tão incrível que consegue ser criativo mesmo com o material mais comum. Por exemplo, John John Florence. A simples duplicação de um nome tão comum já o torna inesquecível.

Até quando soa engraçado pra nós a denominação tem estilo e fica marcante como Griffin Colapinto. Ou ainda apelidos legais como Fast Eddie, Tarzan Smith, Doc Ball e Sunny Garcia. Na boa, existiria melhor nome para um surfista que Sunny (“Ensolarado”)? E mais: Midget (“Anã”) Farrelly, Skip Frye, Buzzy Trent e, no caso de Mark Occhilupo, por si só uma alcunha fora do comum, aí vem seu apelido, Occy, que é matador também.


Além de possuírem esses cognomes espetaculares e inesquecíveis os surfistas também são mestres em combinar alcunhas de etnias diferentes. Há vários híbridos que soam como se tivessem sido criados por escritores tarimbados como Johnny Boy Gomez, Titus Kinimaka, Pancho Sullivan, Clay Marzo, Magoo de la Rosa, Rob Machado, Eddie Aikau, Makki Block, Mickey Muñoz e Gerry Lopez.

Até nos nomes de atletas femininas, o surf é fenomenal. Maud Le Car, Dax McGill, Rell Sunn, Brianna Cope, Paige Hareb, Sage Erickson, Coco Ho e Tia Blanco. Como se não fosse suficiente, ainda temos Wendy Botha, Nikki Van Dijk, Sally Fitzgibbons, Tyler Wright, Gwyn Haslock e Malia Manuel. Se este último fosse ao contrário seria mais um português qualquer e não teria graça nenhuma. Mas como é no surf ele é original e difícil de se esquecer.
Na boa, Maud Le Car é um nome espetacular! Podia ser o nome da versão feminina do 007, de uma marca de bolsas ou até de uma linha de automóveis para mulheres!

São nomes tão fantásticos que parecem mantras! E vamos lá com mais baterias impressionantes: Colt Ward, Taz Knight e Angus Gaskel. Mark Foo, Lakey Peterson e Bob Pike. Josh Kerr, Eugene Tollemache e Sion Milosky, Martin Potter, Creed MacTarget e... CREED MACTARGET!!! Puta que pariu minha sogra!!


E no Brasil não fazemos nada feio com ótimos nomes como Teco Padaratz, Heraldo Gueiros, Daniel Friedman, Cauê Wood, Yago Dora, Hizunomê Bettero, Maya Gabeira, Joca Junior (um primor de simplicidade sonora) e Dadá Figueiredo. Duas menções honrosas são Picuruta Salazar (sen-sa-ci-o-nal!) e Peterson Rosa. Isso sim é nome de surfista!

Não tem pra ninguém, moçada! Os nomes dos surfistas são os melhores. Eu mesmo só não virei surfista profissional por causa... por causa... da minha prancha!

Adolar Gangorra tem 59 anos, é editor do site www.adolargangorra.com.br e sempre ouviu pra ir “surfar noutra borrrrda!”