EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA é "1 FILME EM UMA FRASE!"

EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA  é "1 FILME EM UMA FRASE!"
No Twitter, Adolar Gangorra é "1 Filme Em Uma Frase!" ( @UmFilmEmUmaFras ). Sim, amigolas! Adolar Gangorra vai ao cinema sem cueca pra pegar um ar gelado nas bolas e sempre dorme. Depois sai contando pra todo mundo só a parte que ele viu...

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Excertos do discurso do Sr. Adolar Gangorra na Associação para Soerguimento da Sociedade Brasileira - ASS BRASIL

"Senhores e Senhoras presentes. Vivemos uma grave crise moral nos dias de hoje. E também nos de ontem. E, não obstante, nos dias futuros também, como qualquer macaco pode ver. Não importa a época, temos testemunhado uma avassaladora onda de luxúria, lascívia e devassidão. Um tsunami de imoralidades, por assim dizer. Sexo, sexo e mais sexo! Sim, amigos, a situação é gravíssima. O sexo hoje em dia é coisa normal e isso, como sabemos, é foda! Melhor dizendo, é inaceitável! Entretanto o sexo está em todo lugar, menos lá em casa, isso eu posso garantir. Hoje é comum vermos imagens lascivas, lidibinosas e degradantes em copinhos de yogurt -light! A triste verdade é que hoje, o sexo é considerado como o primeiro poder, às vezes como o primeiro foder, por assim dizer.

Assim, o nosso inimigo, o sexo, está principalmente na mídia. Na televisão tem sexo. Até no Jornal Nacional tem. Por exemplo, Fátima Bernardes e William Bonner: os dois são casados! E isso é gravemente implícito de atividade sexual, meus amigos. Sacaram? Sacaram? Pois é... sexo! É, antes das últimas do Oriente Médio, os dois... óóóó! Não é à toa que tiveram óctoplos!

Temos visto sexo por diversão, por distração, por pagamento de promessa, por afobação dentro de uma luta de jiu-jitsu, sexo de todos os tipos, exceto o mais importante de todos: procriação ! Sim, amigolas, a perpetuação da nossa espécie, a produção de bebês chorões, etc. Então, se faz mister eu explicar para vocês como se deve perpetrar o ato sexual de maneira correta, civilizada, organizada, rápida, higiênica e educada para o bem da nossa grande Nação brasileira, meus amigos (pausa para choro emocionado). A verdade, cidadãos brasileiros, é que o sexo é mais um ato técnico do que sexual, meus nobres compatriotas. E isso, agora eu vou provar. E viva o Brasil!

Bem, amigos, a cópula eficiente e asséptica entre marido e mulher se dá basicamente desse modo: o casal se deita lado a lado em decúbito ventral, olhando para a cima, com as dedos entrelaçados sobre o plexo solar. Ambos se saúdam e perguntam se o outro está pronto para performar o ato copulativo/procriativo. Por exemplo: "Boa noite, senhora. Como vai? Está pronta para a cópula?" A senhora diz: "Vou bem, obrigada. E o senhor? Sim, acredito que esteja pronta para performar o ato copulativo, senhor! Três vivas para o nosso Brasil!" Um aperto de mão rápido é aceitável e considerado de bom tom entre os participantes antes da conjunção carnal. Essas são as famosas preliminares e não os atos nauseabundos e luxuriosos que vocês lêem na revista Nova ou naquela série miserável e pecaminosa que eu conheço muito bem, "City in the Sex". Após esse primeiro contato, ambos fazem suas orações para que o sacrifício gerado por essa desagradável conjunção carnal dê certo, ou seja, produza um ou mais descendentes que serão muito bem vindos e apreciados e que, em poucos anos, poderão ajudar nas tarefas de casa como a limpeza de caixa d'água, a afinação de pianos e o ordenhamento de elefantas no zoológico.

Entretanto, antes de começar o ato é preciso esclarecer que, para uma cópula efetiva, não há necessidade de os participantes estarem nus piroca nenhuma! Isso é uma balela inventada por esses devassos da mídia! O bom intercurso carnal se dá, na verdade, com o uso de vestimentas apropriadas, como todo mundo sabe. O traje indicado para uma cópula familiar saudável é o esporte fino: terno, gravata, meias e sapatos marrons para o homem. Luvas são de bom tom também. Para a mulher, um vestidão longo de tecido grosso de mangas compridas com motivos florais é o mais indicado. Botas de salto alto preto são permitidas também (não me perguntem porquê, seus depravados!)

Na indumentária masculina, temos a formidável braguilha, que é necessária para que o apêndice inoculador de sêmen do homem (e não o da mulher, deve-se esclarecer) seja retirado para fora com bastante cuidado, é claro e em estado rigidez - sim, amigos, infelizmente isso é necessário sim: a rigidez peniana é condição sine que non para que a cópula seja realizada com perfeita precisão e liberdade dos poucos movimentos necessários. Mais do que isso já é luxúria, lascívia e devassidão.

Na mulher, infelizmente, não temos a mesma racionalidade lógica da calça masculina. Mas nada de levantar o vestido ou outras idéias humilhantes e desmoralizadoras! Isso é, como todos sabemos um pecado venal e social dos mais graves. Minha avó, Andrócles Gangorra, urinava em suas mais de 8 anáguas para não ter que levantar o vestido. Ela nunca teve muita vida social, mas isso sim é que era uma mulher de respeito! Então, como estava dizendo, deve-se perspegar uma abertura longitudinal na altura da bu... digo, do órgão receptor feminino, da largura exata do membro do marido. Mais do que isso, já é luxúria, lascívia e devassidão. Por exemplo, no vestido de cópula de minha esposa há uma generosa abertura de 1 centímetro e 8 milímetros. É mais do que suficiente para que haja o intercurso, a ejaculação e a rápida retirada do apêndice inoculador. Mencionei "rápida", pois isso evita que hajam idéias "criativas" e nada produtivas da parte dos cônjuges, como o uso criminoso de preservativos, a famosa "camisolinha", o sexo por diversão, a humilhante deglutição do pipi alheio do marido pela mulher (ou pelo próprio marido dependendo de seu grau de conhecimento de contorcionismo e de desvio psico-social).

Sim, amigolas, devo alertá-los para essa ameaça que vem atacando nossa sociedade por meio da mídia - paredes de banheiro de rodoviárias inclusas - que não é uma falácia coisa nenhuma. Não se enganem, mães despreocupadas e noveleiras! Essa não é mais outra balela como a curvatura da Terra e as teorias Darwinistas. Estudei a fundo esse assunto e posso garantir que chamado sexo bucal não é uma lenda urbana e sim uma realidade ameaçadora. Existem ocorrências registradas em deputados, colunistas sociais e outras espécies de fariseus e doutores da lei. Reparem no olhar de risonho da suas filhas no jantar e no aumento de consumo de Cepacol Líquido em seus lares (se seus filhos estão rindo também, o problema não é meu...).Vocês mesmo nesse auditório podem se pronunciar sobre essa ameaça ou fazer algum depoimento arrependido sobre algum erro que tenham cometido envolvendo o sexo bucal, amigos! O microfone está a disposição... Quem? Quem? Anh... (silêncio profundo no auditório).

Agora, o mais abominável dos atos desviantes da cópula reprodutiva é a chamada "brincadeira de carro e garagem", que consiste em estacionar o carro do papai na garagem dos fundos da mamãe ou mais comumente da sofrida empregada doméstica. FALAR MAIS CLARO DO QUE ISSO É IMPOSSÍVEL!!! Mais do que isso, meus amigos do Brasil, já é luxúria, lascívia e devassidão. E tenho dito!

Bom, voltando aos ritos inicias da boa cópula, após o sinal afirmativo da esposa, o marido vai se inclinando cuidadosamente sobre a mesma - que deve estar sobre a sua posição de flexão modesta dos joelhos (aconselha-se 73º graus). O marido, já estando com seu apêndice inoculador de sêmen devidamente retesado (desculpem, mas é necessário... também não concordo com esses exageros, mas...), o conhecido "pênis"- desculpem esse meu linguajar de baixo calão - para fora da roupa e apontando para cima na direção do nosso querido Cruzeiro do Sul, deve se virar rapidamente por cima da esposa como se fosse fazer flexões de braço. Esse procedimento é necessário para evitar o contato e a possível bolinação dos seios da fêmea e de outras partes pudendas, mas principalmente para evitar o luxurozante, lascivilino e devasidente movimento dos quadris de ambos os cônjuges. Isso é extremamente humilhante e aviltante para o ser humano e não deve ocorrer com casais civilizados. Elvis Presley, o famoso cantor pervertido, hoje está assando no inferno, como todo mundo sabe, por causa de sua insistência em agir nos palcos como se tivesse com um gato selvagem preso na cueca. Rebola agora, seu safado!!

Com a flexão dos braços, o movimento descendente de todo o corpo é mais do que suficiente para o tronco e, subseqüentemente, a perigosa e nada confiável pélvis, seja para o apêndice rígido (deveras retesado, deveras retesado, há de se lembrar, desculpem amigos ...) ser introduzido na região receptora feminina - não ouso proferir essa abominação por nada nesse mundo, nem em discussões na mesa na ceia de Natal, que é quando mais preciso - da esposa com arguta perícia e precisão. Pronto! Você já está lá e precisa sair o mais rápido possível para não ir pro inferno junto com o sacana do Elvis.Três movimentos descendentes e ascendentes firmes e precisos são mais do que suficientes para que o marido ejacule rapidamente litros e mais litros de sua sagrada e caudalosa seiva seminal e insemine a célula-ovo lá dentro de sua esposa. Mais do isso já é considerado luxúria, lascívia e devassidão.

Bom, terminado o ato, que não deve ultrapassar os 9 segundos, o macho deve voltar à posição de decúbito ventral, colocar rapidamente o apêndice para dentro da calça enquanto a esposa deve sair da cama imediatamente para ficar de cabeça pra baixo durante 40 minutos pra ajudar os espermatozóides do marido a chegarem mais rápido ao óvulo enquanto reza 78 Pai-Nossos para pedir perdão pelo pecado horroroso que acabou de cometer. O homem, cansado da árdua tarefa que acabou de executar, pode virar-se de lado e dormir um sono reparador e reconfortante!

Para corroborar minhas afirmações aqui proferidas, pedi à minha nobre consorte, Dona Antraprudencina Gangorra, para distribuir uma compilação das normas civilizadas que relatam a nossa conjunção carnal mensal, ou seja, a nossa cópula procriativa. Confesso que para escrever esse documento tivemos algumas pequeninas divergências sobre o conteúdo desse valioso documento para a sociedade brasileira. Mas, para minha alegria, minha doce esposa finalmente ouviu a voz da razão, principalmente quando eu peguei o balde com chumbo derretido e assim ela acabou por arrefecer de suas sandices e digitou exatamente tudo com eu lhe ordenei. No carro, na vinda para cá, ela ainda fez algumas alterações de última hora, para conferir maior fidelidade ao que lhe berrei, digo, falei, ontem à noite. Amigos, em primeira mão, as...


NORMAS BÁSICAS DA CÓPULA REPRODUTIVA OU COPULANDO CORRETAMENTE EM HONRA DA FABULOSA E TREPIDANTE NAÇÃO BRASILEIRA!
por Adolar Gangorra

- Boa noite, como vai a senhora?
- Bem. E o senhor?
- Bem também. Pronta para a cópula, senhora?
- Sim, senhor.
- Comecemos, pois. Já está em posição?
- Há duas horas. E o senhor? Já conseguiu a pressão necessária no seu apêndice inoculador?
- CLARO! CLARO QUE SIM!. QUE PERGUNTA É ESSA? MERDA!! AGORA ACABOU! CARALHO, PRECISA FICAR ME LEMBRANDO TODO MINUTO SOBRE ESSA MALDITA PRESSÃO? PORRA! SÓ PRECISO DE MAIS ALGUNS MINUTOS...
- Só perguntei porque dá última vez o senhor ficou meio...
- EU SEI! EU SEI!!!
- O senhor tem tomado aqueles comprimidinhos azuis que eu lhe dei?
- TODO DIA! MANDEI FAZER UMA FAROFA COM ELES! MINHA LÍNGUA VIVE AZUL AGORA!!! Ó, ÁÁÁÁÁÁÁÁH!
- O senhor precisa se acalmar senão vai demorar mais ainda... e não precisava ter praguejado!
- COMO ASSIM???
- Bom, enquanto o senhor tenta conseguir a "pressão necessária", vou rezar pela imprecação que o senhor soltou há pouco.
- Humpf! Onde tem mais esses comprimidos? Merda!
- O que o senhor disse? Perdeu de novo? Não acredito...
- Nada, nada....
- Boca suja... fariseu... pecador... brocha...
- O que a senhora disse?
- Nada, nada... me acorde quando conseguir alguma coisa, ok?
- Vai dormir? Ei, e a nossa brincadeirinha de "carro e garagem"?"


Adolar Gangorra, 69 anos, é editor do blog Adolar Gangorra e nunca se considerou um cara muito gozado!

2 comentários:

Louise disse...

Muito gozado? Só um pouco! HAHAHA ADORO!

Abdamaru Hannu disse...

Show! Simplesmente sensacional.