EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA é "1 FILME EM UMA FRASE!"

EI, AMIGOLAS! NO TWITTER, O ADOLAR GANGORRA  é "1 FILME EM UMA FRASE!"
No Twitter, Adolar Gangorra é "1 Filme Em Uma Frase!" ( @UmFilmEmUmaFras ). Sim, amigolas! Adolar Gangorra vai ao cinema sem cueca pra pegar um ar gelado nas bolas e sempre dorme. Depois sai contando pra todo mundo só a parte que ele viu...

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

AS NOVAS REGRAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

Recentemente surgiram as novas regras da Língua Portuguesa. Mesmo que todo mundo tenha quase dois anos para se adaptar às mudanças, o importante é sabermos AGORA como escrever tudo exatamente correto e o mais rápido possível, não é mesmo?
Assim, este humilde cronista, preocupado com a forma da "última flor do Lácio, inculta e bela" (ou o que quer que signifique essa bizarrice) apresenta agora exemplos úteis dessas novas e tão importantes mudanças. Achou estranho? Ora, são coisas do Português (ou "de" Português, segundo as novas regras)!


Por exemplo, a expressão PERDA DE TEMPO em relação as novas regras da Língua Portuguesa tem nova grafia. Escreve-se agora PERDA COMPLETA DE TEMPO o que parece ser também uma COMPLETA PERDA DE TEMPO mesmo no que diz respeito as novas regras da Língua Portuguesa.

O termo FODA-SE antes era escrito assim. Agora é FODA SE para as novas normas da Língua Portuguesa. Sem hífen. Mas é FODA SE de qualquer jeito e também deve ser usado no que tange as novas regras da Língua Portuguesa. Pouca gente se lembra, mas antigamente, esse termo era escrito e até esculpido por aí com acento circunflexo. Então todo mundo tocava o FÔDA-SE quando este estava presente em esculturas em alto relevo e em letra-caixa em letreiros luminosos de lojas de penhor. Agora temos que tocar o FODA SE para as novas regras da Língua Portuguesa funcionarem em qualquer lugar. FODA-SE com as novas regras da Língua Portuguesa agora é FODA SE.
Também agora podemos fazer a inversão de frases no período. Por exemplo, peguemos duas frases distintas e sem relação alguma: "FODAM-SE" e "As novas regras da Língua Portuguesa". Pelas novas regras podemos e devemos escrever assim, ó: "FODAM SE as novas regras da Língua Portuguesa", onde cai o "e" conjunção de ligação. Que legal, hein?

Então, lembre-se: sempre que puder dê o FODA SE para as novas regras da Língua Portuguesa, ok, gente?

Outra palavra que mudou com as novas normas da Língua Portuguesa é RIDÍCULO, com acento agudo. Pelas novas normas da Língua Portuguesa, RIDÍCULO pode ser escrito agora sem acento. O que antes era normal, hoje é RIDICULO, graças as novas normas da Língua Portuguesa. Sem acento.


Por fim, VÃO TOMAR NO CU - os criadores das novas regras da Língua Portuguesa não mudaram essa expressão. Sendo assim, VÃO TOMAR NO CU ainda é a coisa mais certa de se deixar claro para as novas regras da Língua Portuguesa. Entretanto, várias vírgulas perderam o uso. E como ficaria esse termo toda escrito agora sem tanta vírgulas tão inúteis? Bem, fica assim: "VÃO TOMAR NO CU os criadores das novas regras da Língua Portuguesa prefiriram deixar assim". Ainda bem!

5 comentários:

Bysis disse...

Muito útil.

Célia Regina disse...

Pois é, pra você ver, escrever errado agora é certo. E o idioma que iria sobreviver mais duzentos agora, terá cinqüênta anos a menos. Ou não. (caetaneamente falando).
ps. Desculpe os erros de português, é que não sei escrever errado, ooops, certo. Gostei do texto. :-)

Sunflower disse...

tudo o que eu queria dizer, logo quando eu estava aprendendo, ou seja, tomei no meio da mesóclises.

crystine disse...

Gostaria de saber, quais foram as pessoas, que conseguiram mudar as regras da língua portuguesa, para eu poder vaiar pessoalmente,cada um! Com tanta miséria pra mudar nesse mundo, conseguiram mexer onde não deveriam!

esculápio disse...

Como pode tantas ignorâncias (autores dos textos) juntas! Tudo que for útil para nos aproximar da nossa língua é eficaz para todos. Agora, um livro poderá ser utilizado por diversos países que falam o idioma português. Han, se há tanta miséria no mundo (BR) a culpa não é do idioma e,sim, da forte falorização do capital: pois, o dinheiro tem mais valor de que a vida humana.
OBS: antes de colocar estes palavrões "a olho nu", isto é, para que todos vejam (inclusive as crianças que estão começando á aprender a nossa linda língua; coitadas, elas não merecem passar por tudo isto, ou seja, saber que há pessoas tão, tão, mais tão ignorantes assim!)lembre-se que grosseria verbal ou física não nos leva a nada.